VEM PRO GOOGLE

VOCÊ ENCONTROU O QUE QUERIA? PESQUISE. Nas guias está a matéria que interessa a você.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.

TENTE OUTRA VEZ. É só digitar a palavra-chave.
GUIAS (OU ABAS): 'este blog', 'blogs interessantes', 'só direito', 'anotações', 'anotando e pesquisando', 'mais blogs'.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

CENAS IMPAGÁVEIS: IDOSOS TÊM CADA UMA!! Cenas da vida real

Cada uma!
Duas pessoas conhecidas e idosas, protagonistas de cenas hilárias e impagáveis. Ela, sozinha, dá corda à conversas sem pé nem cabeça; ele, esperto, não é enganado com facilidade.

Certa feita, ela ficou mais de quarenta minutos combinando uma...

SE NÃO HÁ O TALHER, NÃO HÁ O TRAJE!

Se não há talheres especiais, não há traje especial
Jamais esquecerei de um fato ocorrido há muitos anos.
Alguns executivos participaram de um congresso em Manaus, no Estado do Amazonas. No intervalo para o almoço, optaram pelo melhor restaurante local. À porta, foram barrados: somente...

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A ÁRVORE QUADRADA

Ela conta que um vizinho sempre podou a árvore em frente a sua casa, por cortesia. Bastava que alguns galhos apontassem, para que viesse o gentil homem com a tesoura. O formato, impecável, denotava o cuidado com...

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

O CASAMENTO DE MEU MELHOR AMIGO, CENA FINAL. O TIJOLÃO E OS PIXELS.

Aparelho celular: você já teve um tijolão?
É curioso como nos adaptamos aos avanços da tecnologia.
Há algumas décadas, televisão era artigo de luxo. Um pouco mais, popularizou-se, o que não nos livrou dos chuviscos e fantasmas. 
Hoje, a TV digital desbancou os pixels. Acostumamo-nos com uma imagem limpa, na qual as mínimas...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

BODAS DE PRATA EM BUENOS AIRES E O CARTÃO DE CRÉDITO: uma história verídica com final feliz

Problemas na viagem
Professor de inglês, casou-se quando a noiva engravidou. Preparativos organizados às pressas, lua de mel em Mongaguá. 
A partir daí, jamais uma viagem sozinhos: sogra, periquito, cachorro e, em especial, os filhos, serviam...

terça-feira, 30 de julho de 2013

JUÍZA DO INTERIOR

juiz do interior
Juíza do interior. Por questões de ética, não aceitava presentes.
Se insistissem e a prenda fosse de pequeno valor, perquiria: "Você não vai ficar chateado se eu sortear entre o pessoal do cartório? Me desculpe. Realmente, não posso aceitar."
Admitiu receber, entretanto, de...

segunda-feira, 29 de julho de 2013

ÍNDIA XAMÃ EM SÃO PAULO


Durante o tempo que com ela convivi, pude gozar o prazer de sua companhia, em São Paulo e trabalhando no Fórum: a índia Ivone, diretora da 1ª Vara Cível. Aliás, índia xamã. 
Xamã ou xamane pode ser traduzido por mago, curandeiro, bruxo, feiticeiro ou pajé. É o líder...

segunda-feira, 15 de julho de 2013

"CASPAS, EU???"

Somente no segundo da Faculdade de Direito adverti uma amiga sobre seu mau hálito. Minha protelação tinha um fundamento: não sabia como ela reagiria e, de todo modo, sempre haveria alguém, da família, do trabalho ou de suas relações de amizade... 

quinta-feira, 27 de junho de 2013

"HOJE ESTOU VESTIDO COMO PREPOSTO!"

Há um advogado frequentador de nosso Juizado: simpático, bem falante e bem apessoado, cursa aulas de guitarra espanhola.
Defende o interesse de diversas empresas com dedicação e trata os colegas...

ADVOGADO X ADVOGADO: AUDIÊNCIA DE CONCILIAÇÃO

O público que frequenta o Juizado Especial é heterogêneo: pais de desembargadores e empregadas domésticas, enfermeiras, empresários e contadores, mecânicos, operários, costureiras, professores, engenheiros, artesãos e músicos, escultores, cantores, artistas, balconistas. Muito...

terça-feira, 25 de junho de 2013

"BELEZA É TUDO!"

Quanta diferença: antes e depois
Era pequena e gorda, dentes saltados e desencontrados, óculos enormes a completar o esdrúxulo figurino: "botijãozinho". Cresceu assim, escondendo-se - ou assim tentando -, para não expor sua figura, não ser...

terça-feira, 23 de abril de 2013

NÓDULOS

1997? 1998? 2000? Tanto faz. O caso é que um dia, notando um ponto vermelho e sentindo inchaço no braço (porção do membro superior, formada pelo úmero, que vai do cotovelo ao ombro), ela foi ao médico.
Ao chegar, o profissional examina e diagnostica: "É um nódulo. Para saber mais, é preciso que faça alguns...

quarta-feira, 10 de abril de 2013

quarta-feira, 3 de abril de 2013

A VARANDA, A CHURRASQUEIRA E OS OUTROS APARTAMENTOS


Pode ter churrasqueira em varanda de apartamento?
A mulher por uma, duas vezes, utilizou-se da churrasqueirinha elétrica e serviu os quitutes na varanda. Convidou amigos, parentes. Os elogios vieram, regados a cerveja e caipirinha. Estava certo: sua varanda seria...

domingo, 31 de março de 2013

DESTRUIÇÃO DE PORTÃO E MURO. O PROPRIETÁRIO DO VEÍCULO NÃO É CULPADO.


A mulher está indignada: derrubaram portão e muro da casa dela e o proprietário do veículo causador do acidente recusa-se a indenizá-la pelo prejuízo.
- Minha senhora, ele não é culpado.
Insiste.
- Como não? Pois o carro não é dele? É muita cara de...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

SEMANA DE CONCILIAÇÃO DO TJSP. 2012. SOBRE PAIXÕES E DIVÓRCIO.

divórcio e síndrome da alienação parental
Um casal pretende se separar. Pouco teria a repartir. Ela concorda com tudo, apenas para que ele assine o acordo do divórcio. O varão deseja levar o computador. A mulher concorda. A promotora intervém: "Para quê? Você...

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

NÃO É FLOR. É LIXO.

lixo nas ruas, lixo nas árvores
Parece uma flor. Não é. Obra de arte? Também não. Apenas lixo. Mais um saco plástico, este deixado no caule de uma das árvores que ornamentam as calçadas da Rua dos Patriotas, no...

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO

ITANHAÉM, MEU PARAÍSO
Nada vale um coração tranquilo.

Quem sou eu

Minha foto

Da capital, já morei entre verde e bichos, na lida com animais e plantas: anos de injeção, espinho de ouriço, berne, parto de égua e curva de nível, viveiros, mudas, onde encontrei tempo para lecionar inglês, alfabetizar adultos e ler livros, na solidão do mato. 

Paixões se sucederam e convivem até hoje: Contabilidade, Economia, Arquitetura (IMES, MACK), a chácara e, afinal, o Direito (FDSBC, cursos e pós graduações). No Judiciário desde 2005, planto, replanto, reciclo, quebro paredes, reconstruo, estudo, escrevo e poetizo, ao som de passarinhos, que cantam nossa liberdade.

Não sou da cidade, tampouco do campo. Aprendiz, tento captar o que a vida oferece, para que o amanhã seja melhor. Um mundo melhor, sempre.

Agora em uma cidade mágica, em uma casa mágica, na qual as coisas se transformam e ganham vida; mais e mais vida. Minha cidade-praia-paraíso, Itanhaém.

Nesta casa de espaços amplos e um belo quintal, que jamais é a mesma do dia anterior, do minuto anterior (pois a natureza cuida do renovar a cada instante o viço, as cores, flores, aromas e sabores) retomei o gosto pelo verde, por releituras de espaços e coisas. Nela planto o que seja bom de comer ou de ver (ou deixo plantado o que Deus me trouxe), colho, podo, cozinho os frutos da terra, preparo conservas e invento pratos de combinações inusitadas, planejo, crio, invento, pinto e bordo... sonho. As ideias brotam como os rebentos e a vida mostra-se viva, pulsante.

Aqui, em paz, retomo o fazer miniaturas, componho terrários que encantam, mensagens de carinho representadas em pequenas e delicadas obras. 

Muito prazer! Fique à vontade, passeie um pouco: questões de Direito, português, crônicas ("causos"), jardinagem e artesanato. Uma receita, uma experiência nova, um redescobrir. 

Pergunte, comente, critique, ok? A casa é sua e seu comentário será sempre bem-vindo.

Maria da Gloria Perez Delgado Sanches

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

MARQUINHOS, NOSSAS ROSAS ESTÃO AQUI: FICARAM LINDAS!

Arquivo do blog